Qual é a diferença entre energia limpa e renovável?

10/06/2022

As fontes de energia limpa e renovável trabalham juntas em prol da sustentabilidade, mas são diferentes. Saiba como!

Frequentemente, nos referimos aos termos energia limpa e renovável como se fossem sinônimos. Ainda que ambos estejam relacionados à busca por alternativas sustentáveis de produção e consumo, existem diferenças entre eles.

Embora sutis, esses pequenos detalhes podem gerar impactos irreversíveis no meio ambiente. Portanto, entender a melhor forma de utilizar fontes limpas e renováveis de energia passou a ser uma prioridade para as sociedades contemporâneas.

Não à toa, o 7º Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da ONU (Organização das Nações Unidas) é “garantir acesso à energia viável, sustentável e renovável para todos”. Sendo assim, é importante começar aprofundando as definições.

Jeremiah Thoronka: Conheça o jovem que transforma vidas com energia sustentável

O que são fontes de energia?

Para que o complexo sistema energético do qual nos beneficiamos funcione, é preciso dispor de recursos naturais ou artificiais. Isto é, fontes de energia que resultam em produção de eletricidade.

Só para ilustrar, as usinas termelétricas produzem energia a partir da queima de combustíveis fósseis, como o carvão mineral e o gás natural. Nesse sentido, são recursos naturais induzidos artificialmente pela ação humana.

Em contrapartida, este processo libera uma quantidade prejudicial de carbono no meio ambiente. Isso acontece porque o elemento químico é essencial para garantir a combustão que se transforma em energia elétrica.

Além disso, essa reserva de recursos é limitada no mundo. Ou seja, não é capaz de se renovar no tempo de vida dos seres humanos. Na prática, isso significa esgotar recursos naturais que cumprem outras funções no meio ambiente.

Por isso, os combustíveis fósseis são uma fonte energética não-renovável. De tal forma que também se torna insustentável a longo prazo. Visto que desequilibra o ecossistema do planeta e não garante a produção de eletricidade no futuro.

Energia renovável: o primeiro passo para a sustentabilidade

Por conseguinte, uma fonte de energia renovável parte de recursos que são constantemente repostos pela natureza. É o caso da energia eólica (ventos), solar (luz do sol), geotérmica (calor da Terra), ondomotriz (movimento das ondas) e biomassa (decomposição de animais ou plantas).

Ainda assim, isso não significa que tais recursos sejam inesgotáveis. Embora menos prejudiciais ao meio ambiente, as fontes de energia renovável também podem se tornar insustentáveis caso a ação humana seja desmedida.

Ao passo que a dinâmica de produção pode retirar um recurso em quantidade e velocidade acima da capacidade natural de reposição. É provável, nesse caso, que as reservas se esgotem e o ecossistema entre em desequilíbrio.

O que consumo consciente de energia tem a ver com educação?

Energia sustentável: um futuro urgente

Segundo relatório publicado pela Agência Internacional de Energia (AIE), a demanda global por eletricidade cresceu 6% em 2021. Isso se deve a múltiplos fatores. Desde o aumento no consumo energético durante a pandemia, até o agravamento das mudanças climáticas.

Seja como for, a sustentabilidade deixou de ser um debate sobre o futuro para se tornar uma urgência no presente. Afinal, os sistemas de produção e consumo precisam se manter em equilíbrio para funcionar a longo prazo.

Em outras palavras, o conceito de energia sustentável se refere à fontes energéticas que sejam ao mesmo tempo renováveis e limpas. De forma que garantem sistemas sustentáveis tanto para o meio ambiente quanto para a sociedade.

Aprenda mais sobre energia sustentável com o CPFL nas Escolas!

Para que o debate sobre energia sustentável alcance cada vez mais pessoas, podemos começar pela educação. Por isso, o CPFL nas Escolas – Energia em Jogo se propõe a difundir uma cultura de eficiência energética nas escolas de São Paulo.

A iniciativa conta com materiais didáticos que apresentam não somente conceitos ligados à eletricidade, mas também formas de pensar o consumo consciente de energia no dia a dia. Assim, professores e estudantes têm a chance de refletir sobre o impacto socioambiental da produção energética em suas comunidades. Confira a metodologia do projeto!.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code

INICIATIVA
REALIZAÇÃO
POLÍTICA DE PRIVACIDADE