Nossa casa eficiente

Por Marlete Barbosa da Silva França

Sobre eu

Sou professora de uma turma de 4º ano muito mista em idades e níveis de aprendizagem, o que me leva a rever todos os dias minhas práticas em sala de aula.

Minha história

Durante esse processo, fiz com os alunos pesquisa em sala de aula, utilizando o meu celular, pois nossa escola não possui sala de informática. Procuramos por materiais que fossem sustentáveis e que agredissem minimamente o meio ambiente para a construção de nossa casa. Como as crianças já estavam engajadas no projeto, graças a todos os processos que realizamos até aqui, deixei que em grupos decidissem os materiais e depois coletivamente escolhemos o que a maioria preferia. Então ficou assim: "Nossa casa eficiente será construída em área rural, em uma cidade de clima tropical onde é possível a utilização de fontes naturais de energia e o aproveitamento das condições climáticas como: radiação solar, umidade do ar e vento. Na construção utilizaremos materiais de baixo impacto ambiental, como: *Paredes: Taipa de pilão - que é produzida pela compressão da terra em formas de madeira. O barro é compactado horizontalmente em camadas de 15 cm, formando uma estrutura consistente. * Telhado: Telhas de celulose produzidas com papel reciclado. * Ainda no telhado, placas de energia fotovoltaica e uma abertura para arejar o ambiente. * Janelas: Todas em vidros para aproveitamento da claridade e com isolamentos térmicos (cortiça), e serão calafetadas com fita adesiva de espuma para não perder aquecimento durante o inverno. * Portas: Seguirão os mesmos padrões das janelas. * Quintal: área verde com algumas pedras para a passagem. * Ao redor do telhado serão colocadas calhas feitas com garrafas pet para captação da água da chuva que será armazenada em reservatório próprio para aproveitamento em lavagem de carros, quintal, regar plantas, etc. * A casa terá geração de energia fotovoltaica interligada à rede, como estratégia passiva de condicionamento de ar e aquecimento solar de água para conforto térmico e consumo reduzido de energia elétrica. * A iluminação será com lâmpadas fluorescentes compactas e os eletrodomésticos de classe A por serem energeticamente mais eficientes. * Chuveiros e geladeira terão funcionamento com energia solar, assim como o aquecimento da casa e da água para banho. * Faremos a utilização de luz natural durante o dia. * Teremos turbina eólica para alimentação de pequenos eletrodomésticos e ventilação para o ambiente. * Nosso cachorro também terá uma casinha belíssima feita com garrafas pet e uma caminha feita com pneu velho.

Os resultados dessa ação

Como já descrevi em outros relatos, minha turma não possui interesse em atividades artísticas. Então, para colocar nossa casa no papel, tivemos a ajuda de um aluno do 7º ano (meu filho), também participante do projeto em outra unidade escolar. Posso dizer que enquanto ele desenhava a casa projetada pela minha turma, eles se empolgaram muito em ver suas ideias criando vida. Foi bem divertido e extremamente significativo para todos. E para concluir, posso dizer que enquanto educadores não podemos deixar que circunstâncias adversas como a falta de recursos na própria escola privem os alunos de adquirirem conhecimento ou deixar de participar de projetos como este, que conseguem expandir a nossa limitada rotina de sala de aula.

casa casa1 casa2